quinta-feira, 12 de março de 2009

Apenas mais uma de amor

Quanto tempo! Esse blog estava mesmo ficando abandonado... Incrível como mesmo com dois escritores não temos novos posts desde o ano passado! O tempo foi tanto que até nosso título estava desatualizado, tempos de reforma ortográfica são assim mesmo. Mas agora já está tudo nos conformes, ideia agora é sem acento, entendido? Bom, acontece que depois de ler alguns poemas do tal de Drummond me deu uma crise inspiratória súbita e eu acabei parindo um texto. Nem foi tão difícil quanto dizem hehehehe
Sem mais piadinhas, ao post propriamente dito:

Hoje acordei pensando em você. E esse pensamento se materializou na forma de um aperto no coração que nunca antes senti. Sim, hoje acordei pensando em você! E eu não tenho vergonha de dizer isso! Afinal, sentir vergonha de si mesmo é o pior pecado que se pode cometer. Serei sincero, eu não sei o que fazer quanto a isso. Você pode achar que eu fiquei louco de vez ou sei-lá-o-que, mas o fato é um só: toda vez que te vejo minha respiração para, meus sentidos são todos seus, meu peito explode em alegria. Você deve estar se perguntando “Mas por que ele me diz isso, afinal?” e eu respondo. Eu estou aqui fazendo o pedido mais estranho que se pode fazer, sim. Estou lhe pedindo permissão para acariciar sua face com ternura, afundar as mãos em seus cabelos e lhe dar o beijo mais longo de sua vida. Pois é, eu avisei que seria estranho... alguém pedindo permissão para dar carinho.

Espera um pouco, eu estou confusa com tudo isso. Eu já te disse que...

Você me disse que tem medo, foi isso o que disse! Por mais que negue isso, não pode se enganar. E não pode me enganar também, eu leio seus olhos e o que eles dizem é o oposto do que sai pela boca. Só te faço uma pergunta, por que?

Eu não sei... eu realmente não sei! Droga, a quem estou enganando?! Eu lhe dou essa permissão que me pede. Está livre para me dar todo o carinho que meu coração anseia, deixarei que esteja ao meu lado quando eu precisar, e também permito que você esteja lá para me segurar quando eu cair.



O caminho para o entendimento do mundo é enlouquecedor, o caminho para o entendimento de si próprio é apenas dez vezes mais difícil.

Mr. V

5 comentários:

Anna Marie Raven disse...

John.. um pequeno poeta ^^

Lorena Weasley* disse...

Meu Deus! Um post nesse Blog! Foi difícil tirar as teias de aranha?



Afinal, sentir vergonha de si mesmo é o pior pecado que se pode cometer.


Acho que sou a maior pecadora do mundo.

Luciana disse...

Ahhhhh Viturico .. perfeito ! Adorei ..

Dai disse...

Lulu Santos e Drummond..boa combinaçao que fez nascer um texto tão singelo e bonito como este.

O final com uma frase pensativa.

Parabéns pelo texto, garotinho ;)

Baba Vivi-chan disse...

Muito atrasada na leitura do post, mas antes tarde do que nunca! ;D
Legal ver que o Johnny não é só piadinhas e momentos tudun tz~ (*-*)
É claro que eu já sabia disso, mas vendo algo escrito por você fica muito mais legal! ^^

"O caminho para o entendimento do mundo é enlouquecedor, o caminho para o entendimento de si próprio é apenas dez vezes mais difícil."

Acho que foi a parte que mais gostei do texto. Talvez porque eu me identifique bastante com isso no momento, mas wharever...

Parabéns pelo texto, Ruka-chan!
Sou sua eterna fã! ;)